Quem se forma em Engenharia de Alimentos pode trabalhar em quais áreas?

O curso de engenharia de alimentos ainda é um curso bem desconhecido por muitas pessoas. Sua área de atuação e o mercado de trabalho que esses profissionais podem atuar também se tornam desconhecido assim como o curso devido a baixa divulgação da existência do mesmo. Esses profissionais muitas vezes são bastante confundidos por químicos que também atuam na área, mas que apresentam uma diferença quando comparados aos engenheiros da área de alimentos.

Esses profissionais atuam em variadas áreas no mercado de alimentos. Quando participam de indústrias eles ficam responsáveis pela fabricação, conservação, armazenamento e transporte dos produtos. Por ser muitas vezes o responsável técnico o engenheiro com essa formação acompanha todas as etapas de preparo dos alimentos tanto de origem animal quanto vegetal, selecionam a melhor matéria prima a ser utilizada na fabricação, analisam todo o sistema de armazenamento passando pelas embalagens que serão responsáveis por assegurar a qualidade e segurança do produto até chegar nas mãos dos consumidores.

Engenheiros de alimentos também podem atuar no desenvolvimento e formulação de novos produtos alimentícios para o mercado. Durante o processo de desenvolvimento dos produtos eles passam por várias etapas e esses profissionais acompanham tudo determinando o sabor, cor, textura e valor nutricional.

Os graduados em engenharia de alimentos também podem seguir a carreira acadêmica, mas sem sombra de dúvidas as indústrias do setor alimentícios são o principal campo de atuação. Outro segmento que esses engenheiros também podem seguir é na prestação de consultorias para empresas da área de alimentos. Desenvolvimento, layout da área de produção e implementação de sistemas que controlem a qualidade do produto. Na consultoria os profissionais ainda conseguem analisar um determinado produto e fazer melhorias focadas na sua conservação ou qualquer outro ponto que tenha o desejo de ser ajustado.

Falando em mercado de trabalho, mesmo na crise, esses profissionais conseguem bons resultados em suas buscas. Devido a realidade corrida da população e a demanda cada vez maior por alimentos e bebidas prontas e de fácil consumo a indústria nunca para. A necessidade de produtos bons e que agreguem valor nutricional a alimentação no dia a dia faz com que engenheiros de alimentos sejam extremamente cotados para trabalhar no desenvolvimento e aperfeiçoamento desses produtos.

Como esse mercado está sempre em constante movimentação e a necessidade desses profissionais só vem crescendo existem vagas espalhadas por todo o país esperando ansiosamente por profissionais qualificados que agreguem valor e tragam resultados satisfatórios ao setor alimentício.